Cirurgia Plástica

Conheça mais sobre os procedimentos que realizamos.

Cirurgia plástica em Belo Horizonte

Ter o corpo perfeito como você sempre quis, é possível. Aumente sua autoestima, corrija deformidades, traumas, ou simplesmente realce a sua beleza com leves contornos feitos por cirurgiões plásticos especializados em cada área do seu corpo.

 

A cirurgia plástica consiste numa técnica que permite além da correção de deformidades, a melhoria da aparência física, como rinoplastia, harmonização facial, mastopexia, mamoplastia, abdominoplastia, lipoaspiração dos braços e coxas, entre tantas outras. O médico responsável, e autorizado para a realização da cirurgia plástica no Brasil, deverá ser inscrito na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). 

 

Muitas cirurgias podem ser realizadas sob efeito de anestesia geral, e outras apenas anestesia local, bem como o tempo de internação pós cirúrgico, que varia dependendo do tipo de cirurgia realizada, lembrando que a recuperação e repouso deve continuar sendo feito em casa, normalmente quanto mais simples a cirurgia, mais rápida será sua recuperação.

 

A cirurgia plástica pode ser realizada com o intuito de aumentar a autoestima de muitos pacientes que estão de certa forma insatisfeitos com determinada parte do seu corpo e desejam uma solução estética. Além disso, em alguns casos as cirurgias plásticas são feitas após algum acidente, queimaduras, ou deformações.

 

Quando feitas com segurança e em ambiente com boa infraestrutura, a cirurgia plástica pode, e muito, melhorar não só a aparência física de alguém, mas também sua qualidade de vida, contribuindo positivamente em sua mudança de hábitos.

DÚVIDAS FREQUENTES:

  • 1. O que é abdominoplastia?
  • É a cirurgia de remoção do excesso de pele do abdômen.
  • 2. Para quem a cirurgia é indicada?
  • Para pessoas que desejam eliminar as gorduras indesejadas e o excesso de pele que permanecem na região do abdômen, especialmente quando há uma perda de peso significativa. A cirurgia também é indicada para a correção de diástase.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia dura em torno de três horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. Como fica a cicatriz?
  • O tamanho da cicatriz dependerá da quantidade de pele que o médico irá remover. O corte é feito para que a pele puxada da parte superior do abdômen se encaixe perfeitamente na área pubiana, sem deixar nenhum tipo de dobra.
  • 5. Quantos quilos o paciente perde com a abdominoplastia?
  • O procedimento não tem por objetivo a eliminação de peso. O que há é uma redução abdominal.
  • 6. É verdade que depois de realizar uma abdominoplastia a pessoa nunca mais vai engordar?
  • Mentira. Por isso, é essencial que o paciente inicie bons hábitos alimentares e pratique atividade física.
  • 7. Na cirurgia é feito um novo umbigo?
  • Não. O que acontece é o reposicionamento do umbigo do paciente.
  • 8. A abdominoplastia acaba com estrias?
  • Do umbigo para baixo, toda a pele sai e as estrias vão junto. As estrias que estiverem acima disso e em outros locais permanecerão.
  • 9. Quando uma mulher que teve filho pode realizar o procedimento?
  • Pelo menos seis meses após o término da amamentação.
  • 10. Se a mulher engravidar após realizar o procedimento o resultado é perdido?
  • Apenas se houver ganho excessivo de peso.
  • 11. Qual a diferença entre abdominoplastia e lipoaspiração?
  • Enquanto a abdominoplastia remove a gordura em excesso na barriga, além da pele e a flacidez, a lipoaspiração remove a gordura localizada em locais específicos, melhorando o contorno do corpo. As duas podem ser realizadas em conjunto.
  • 12. Quais são os cuidados no pós-operatório?
  • O paciente deve ficar quatro semanas sem fazer esforço físico e utilizar uma cinta modeladora compressiva. Além disso, é necessário usar meias de compressão para evitar a formação de coágulos e um dreno, que irá impedir o acúmulo de líquidos nos primeiros dias de pós-operatório.
  • 13. É necessário fazer drenagem linfática?
  • Sim. Geralmente, o paciente inicia as sessões de drenagem quatro dias após a cirurgia.
  • 14. Em quanto tempo é possível ver o resultado definitivo?
  • Entre 12 e 18 meses após a cirurgia.
  • 1. O que é bichectomia?
  • É o nome dado à retirada cirúrgica de parte do compartimento de gordura das bochechas, visando modificar/afinar o contorno facial.
  • 2. Para quem o procedimento é indicado?
  • É indicado esteticamente para as pessoas que estão insatisfeitas com o volume das bochechas. Também pode ser uma alternativa para as pessoas que têm o hábito de morder internamente as bochechas, gerando constantes aftas e sangramentos.
  • 3. A partir de qual idade é possível realizar o procedimento?
  • A cirurgia pode ser realizada em pessoas que já tiveram o crescimento completo do rosto. Isso ocorre geralmente após a adolescência.
  • 4. Quanto tempo dura a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia dura cerca de uma hora e meia e a internação não excede 12 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 5. Quais são os cuidados pós-operatórios?
  • Repouso, uso de medicamentos indicados pelo médico para evitar infecções e dor, dieta líquida até 24 horas após a cirurgia, evitar alimentos duros nas primeiras 48 horas e atividades físicas nos primeiros dez dias, dentre outros.
  • 6. Quando é possível ver o resultado final?
  • Cerca de três meses após a cirurgia.
  • 1. A gluteoplastia é indicada para quais casos?
  • Para quem deseja aumentar os glúteos e dar mais projeção para a área, preencher a flacidez de pele leve, levantar o bumbum e melhorar seu formato.
  • 2. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de duas horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 3. O procedimento deixa o bumbum natural?
  • A técnica usada na FVG é a submuscular, ou seja, o músculo recobre a prótese deixando um resultado muito natural.
  • 4. Existe um limite para o aumento do bumbum?
  • Sim. Isso porque a pele no local não é muito elástica. Além disso, o limite de aumento também depende do biotipo da pessoa.
  • 5. Quais são os tipos de prótese?
  • Existem próteses redondas e anatômicas, além das texturizadas ou lisas. O modelo da prótese é escolhido conforme as características e expectativas de cada paciente.
  • 6. A prótese é resistente?
  • Muito resistente. A prótese é capaz de suportar a pressão quando o paciente deita, senta ou pratica algum tipo de atividade física.
  • 7. Também é possível aumentar as nádegas com lipoenxertia?
  • Sim. Nessa técnica, é realizada uma lipoaspiração para remover a gordura localizada de outros locais do corpo para a realização do enxerto nas nádegas.
  • 8. Qual a diferença entre prótese e lipoenxertia?
  • A prótese é indicada para pessoas mais magras, que desejam projetar mais os glúteos. Essa técnica não proporciona aumento nas laterais. Já a lipoenxertia modela melhor todo o glúteo, possui menos complicações e permite que o paciente se sente no mesmo dia.
  • 9. É possível realizar o implante de silicone e a lipoenxertia?
  • Sim. A técnica híbrida proporciona maior volume, define a lateral do glúteo e apresenta menos complicações. Faz muito sucesso na FVG.
  • 10. Onde fica a cicatriz?
  • Ela fica disfarçada na prega natural entre as nádegas e tem em torno de sete centímetros.
  • 11. Como é o pós-operatório?
  • Vai depender da técnica utilizada para a realização do procedimento.
  • 12. É verdade que após a gluteoplastia o paciente não pode tomar injeção nos glúteos?
  • Se a gluteoplastia foi realizada com prótese de silicone, a pessoa não pode tomar injeção nas nádegas. Mas se a técnica usada foi a lipoenxertia, é possível tomar injeção sem problemas.
  • 13. É necessário fazer a troca da prótese após alguns anos?
  • Não, mas o paciente deverá seguir todas as instruções do pós-operatório para que nada aconteça com os implantes de silicone, principalmente para sua boa manutenção.
  • 14. O resultado definitivo aparecerá em quanto tempo?
  • Em cerca de seis meses. Contudo, o resultado imediato é muito bom.
  • 1. O que é ninfoplastia?
  • Também conhecido como labioplastia, ninfoplastia é o procedimento que reduz os pequenos lábios vaginais. Além disso, a ninfoplastia pode corrigir flacidez e perda de volume dos grandes lábios e melhorar o aspecto do monte de vênus (aquela região logo acima da vagina, onde ficam os pelos pubianos).
  • 2. Para quem a ninfoplastia é indicada?
  • Para mulheres que têm os pequenos lábios vaginais muito grandes, provocando desconforto e baixa autoestima.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de quarenta minutos e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. A sensibilidade na área é afetada?
  • Não há perda de sensibilidade no local.
  • 5. Como é a recuperação?
  • O local ficará vermelho e inchado durante alguns dias. É aconselhável que banhos muito quentes e demorados sejam evitados por cerca de 20 dias. A dor depende de cada paciente, mas o médico pode receitar analgésicos para proporcionar conforto no período de recuperação. É fundamental seguir todas as orientações médicas.
  • 6. Depois de quanto tempo é possível ter relações sexuais?
  • Assim que finalizar o processo de cicatrização, que leva cerca de quatro semanas.
  • 7. Quando é possível praticar atividade física?
  • Geralmente entre 40 e 45 dias após a cirurgia.
  • 8. Quem faz ninfoplastia pode ter parto natural no futuro?
  • Sim. O procedimento não afeta em nada no parto.
  • 9. O resultado da cirurgia é visível depois de quanto tempo?
  • O resultado final leva em torno de seis meses, mas com dois meses é possível ver uma grande mudança.
  • 1. A partir de qual idade é possível fazer mastoplastia de aumento?
  • O ideal é que a cirurgia seja realizada cerca de quatro anos após a primeira menstruação.
  • 2. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de 90 minutos e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 3. Quais são os tipos de silicone utilizados na mamoplastia de aumento?
  • Redonda (perfil baixo: esse tipo de prótese não projeta a mama para frente e o colo fica discreto | perfil alto: o colo ficará mais desenhado e os seios mais destacados); Anatômica (tem a maior parte do volume no polo inferior, o que proporciona um resultado mais natural); Cônica (indicado para quem busca seios mais projetados).
  • 4. Como saber qual tipo de silicone colocar?
  • A escolha irá depender do tipo físico da paciente e suas expectativas, por isso é importante conversar com o médico e entender qual é a melhor alternativa.
  • 5. Como definir o tamanho da prótese?
  • A escolha do tamanho leva em consideração alguns pontos, como o desejo da paciente, suas características anatômicas e a quantidade de tecido mamário.
  • 6. Por que a Equipe FVG tem preferência pela técnica submuscular (prótese abaixo do músculo)?
  • Devido aos vários benefícios, como menor risco de ondulação visível do implante; melhor imagem nas futuras mamografias; melhor manutenção do suporte do implante pelo músculo, o que reduz a pressão sobre a pele; e preservação do fluxo sanguíneo para o mamilo.
  • 7. A mamoplastia de aumento corrige a flacidez das mamas?
  • A prótese de mama aumenta o volume e, consequentemente, permite a correção de uma pequena flacidez. Mas para casos com grande flacidez e queda da mama o indicado é a mastopexia, que pode ser associada à colocação de prótese.
  • 8. Por quanto tempo é necessário utilizar o sutiã cirúrgico?
  • É recomendado que o sutiã cirúrgico seja utilizado por pelo menos um mês após a cirurgia. No segundo mês é permitido alternar períodos utilizando o sutiã cirúrgico e sutiãs sem aros, assim como períodos curtos sem utilizar o sutiã, dependendo da avaliação do cirurgião.
  • 9. São usados drenos na cirurgia de prótese de mama?
  • Quase sempre é utilizado um pequeno dreno que costuma ser retirado antes da alta hospitalar.
  • 10. Quando é possível tomar sol?
  • O ideal é que a paciente se proteja do sol por pelo menos três meses.
  • 11. Depois de quanto tempo é possível dirigir?
  • Cerca de 15 a 20 dias após a realização do procedimento.
  • 12. Quando a paciente pode voltar a fazer atividades físicas?
  • Depois de um mês é possível praticar exercícios mais leves, como caminhada. Exercícios intensos, como musculação, serão liberados após cerca de 60 dias.
  • 13. É necessário trocar as próteses depois de alguns anos?
  • As próteses estão mais seguras e consistentes, o que não requer a troca. Mas vale ressaltar que é necessário manter o acompanhamento com o médico para certificar-se de que está tudo bem.
  • 14. Há chance de rejeição?
  • Casos de rejeição são muito raros, em especial quando o procedimento é realizado por profissionais qualificados e experientes e o pós-operatório é feito adequadamente.
  • 15. Existe a possibilidade da prótese romper dentro da mama?
  • A possibilidade da prótese de mama se romper é muito rara. Mas caso isso ocorra, não é preciso se desesperar, pois as próteses atuais são preenchidas com um gel de silicone coesivo, que não vaza.
  • 16. É possível associar outra plástica à prótese de mama?
  • Sim. Mas é necessário que o cirurgião verifique se é seguro para a paciente.
  • 17. O aumento das mamas pode causar estrias?
  • É possível evitá-las! Com o objetivo de prevenir o surgimento das estrias, é recomendado massagear a região das mamas diariamente pelo período de um mês antes da cirurgia e por cerca de três meses após o procedimento. Para isso deve-se usar óleos hidratantes específicos, como óleo de amêndoa, óleo mineral ou rosa mosqueta. O médico irá passar todas as orientações.
  • 18. As cicatrizes são definitivas?
  • Toda cicatriz é permanente e sofre modificações no período de até 18 meses após a cirurgia. É preciso seguir as orientações do pós-operatório para obter o melhor resultado possível.
  • 19. Como fica a sensibilidade do mamilo?
  • A mamoplastia de aumento normalmente não interfere na sensibilidade do mamilo.
  • 20. A mamoplastia de aumento interfere na amamentação?
  • O implante de silicone não interfere na amamentação.
  • 21. A prótese de silicone pode causar câncer?
  • A colocação do implante não causa câncer de mama e não impede a realização da mamografia anual.
  • 22. Quanto tempo depois da cirurgia é possível notar o resultado final?
  • O resultado final pode ser observado entre 12 a 18 meses após a cirurgia.
  • 1. O que é mastopexia?
  • A mastopexia é a cirurgia realizada para elevar e remover a flacidez das mamas. Esse procedimento também pode ser associado ao implante de silicone, deixando os seios maiores e modelados.
  • 2. Quanto tempo dura a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia tem duração média de duas a três horas e o tempo de internação é de até 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 3. Para quem a mastopexia é indicada?
  • O procedimento é ideal para quem tem seios flácidos, sejam eles pequenos ou médios. Além disso, a cirurgia também é indicada para pessoas que, por conta dos seios caídos, sofrem com a baixa autoestima e até mesmo problemas de saúde.
  • 4. Quais são os tipos de mastopexia?
  • Existem dois tipos: mastopexia com prótese e mastopexia sem prótese. A mastopexia tradicional não utiliza a prótese de silicone para modelar, aumentar o volume e deixar os seios mais firmes.
  • 5. É possível fazer a redução da aréola junto com a mastopexia?
  • É muito comum que a cirurgia de redução da aréola seja feita em conjunto com a mastopexia.
  • 6. Como é a cicatriz?
  • O tamanho da cicatriz vai depender da quantidade de pele que será removida. Já o formato depende da incisão, que varia conforme o tamanho das mamas e o grau de flacidez. A técnica mais utilizada é a conhecida como “T” invertido, partindo do mamilo em direção ao sulco da mama.
  • 7. No caso de uma gravidez, o resultado da mastopexia é prejudicado?
  • Não. Desde que não haja elevado ganho de peso nem o aumento excessivo das mamas. Vale reforçar que outro fator que influencia é o grau de elasticidade da pele.
  • 8. Como é o pós-operatório?
  • É necessário evitar esforço nos 15 primeiros dias, usar sutiã cirúrgico por 30 dias, não fazer movimentos bruscos com os braços e pegar peso, não se expor ao sol, evitar atividade física, dentre outras. Seguir as orientações do pós-operatório é fundamental para uma boa recuperação e também para alcançar o melhor resultado.
  • 9. São utilizados drenos?
  • Se o sangramento durante a cirurgia for mínimo, não há necessidade de deixar drenos.
  • 10. Quando é possível ver o resultado final?
  • Num período de 12 a 18 meses.
  • 11. As mamas podem voltar a cair?
  • Sim. Isso ocorre por diversos fatores, como uma nova gravidez, amamentação, ganho e perda de peso, idade ou até mesmo pelo efeito da gravidade.
  • 1. Para quem a mamoplastia redutora é recomendada?
  • Especialmente para casos de gigantomastia (aumento excessivo do volume das mamas), que pode provocar danos físicos e psicológicos.
  • 2. A partir de que idade é possível realizar o procedimento?
  • Por volta dos 17 anos, quando o desenvolvimento das mamas já está completo.
  • 3. Quanto tempo dura o procedimento e a internação?
  • A mamoplastia redutora dura em torno de três horas e o tempo de internação é de 12 a 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. Há um limite para a redução da mama?
  • Para chegar ao tamanho adequado dos seios, são considerados a dimensão do tórax, o grau de desenvolvimento excessivo da mama e a satisfação pessoal da paciente.
  • 5. Como são as cicatrizes na mamoplastia redutora?
  • São inúmeras as técnicas a serem utilizadas. Na consulta médica inicial o cirurgião irá indicar a técnica mais adequada. A mais utilizada é a conhecida como “T” invertido, partindo do mamilo em direção ao sulco da mama.
  • 6. Em caso de gravidez o resultado será prejudicado?
  • Ganhos de peso exagerados durante a gravidez provocam a distensão da pele mamária e após o emagrecimento esta pele pode ou não voltar ao seu aspecto prévio.
  • 7. Quais são os cuidados básicos no pós-operatório?
  • No primeiro mês, é necessário evitar movimentos bruscos com os braços e erguê-los acima da linha dos ombros, dentre outros. O sutiã pós-cirúrgico deve ser usado por 30 dias. Evite tomar sol e fazer atividade física até a liberação do médico.
  • 8. São utilizados drenos?
  • Quase sempre é utilizado um pequeno dreno que costuma ser retirado antes da alta hospitalar.
  • 9. Quando a paciente pode retomar a rotina?
  • O retorno às atividades do dia a dia pode ocorrer por volta de 20 dias depois da cirurgia. Já o retorno total às atividades físicas deve ser feito de quatro a seis meses após o procedimento.
  • 10. A partir de quando é possível ver o resultado final?
  • O resultado final é visto entre seis e 12 meses após a cirurgia.
  • 1. O que é braquioplastia?
  • É o procedimento cirúrgico para retirada de excesso de pele e flacidez nos braços (na área que vai da axila ao cotovelo).
  • 2. Para quem a cirurgia é indicada?
  • É indicada para aqueles pacientes que apresentam flacidez nos braços após perder muito peso ou devido às mudanças corporais características do envelhecimento.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura de duas a quatro horas, dependendo da quantidade e extensão do excesso de pele a ser retirado, e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. Lipo no braço ou braquioplastia?
  • O médico irá identificar se há excesso de flacidez, nesse caso o indicado é a braquioplastia. A lipo é recomendada quando houver excesso de gordura. Os dois procedimentos podem ser associados.
  • 5. A braquioplastia deixa a cicatriz aparente?
  • Para casos de pouca flacidez é realizada apenas uma pequena incisão na região da axila, por onde o cirurgião consegue puxar o excesso de pele. Quando há grande excesso de pele a cicatriz é vertical e se estende pelo braço.
  • 6. A cicatriz pode diminuir com o tempo?
  • A cicatriz se tornará mais clara e menos consistente com o tempo. Vale lembrar que há cirurgia para refinar a cicatriz, caso o resultado final cause incômodo.
  • 7. Como é o pós-operatório?
  • É necessário evitar esforço físico em um período de 21 dias, usar malha compressiva por um mês, evitar movimentos intensos com os braços, assim como carregar peso. Também é importante realizar drenagem linfática e evitar exposição ao sol.
  • 8. Quando o paciente pode voltar às atividades comuns?
  • Geralmente duas semanas após o procedimento já é possível fazer atividades leves.
  • 9. Depois de quanto tempo é possível praticar atividade física?
  • É indicado que os pacientes esperem, pelo menos, dois meses para praticar atividades físicas. Esse período pode variar de acordo com a recomendação médica.
  • 10. Quando é possível ver o resultado final?
  • Cerca de seis meses após o procedimento.
  • 1. Para quem é indicada a cirurgia de prótese de panturrilha?
  • É indicada para pessoas com pouco volume na região das panturrilhas.
  • 2. Como ficarão as pernas?
  • A prótese de panturrilha proporciona uma projeção, principalmente para a parte posterior da "batata da perna".
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura duas horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. A cirurgia deixa cicatrizes?
  • Sim. A cicatriz da prótese de panturrilha localiza-se na prega da pele atrás do joelho, é quase imperceptível.
  • 5. Em quanto tempo é possível retornar ao trabalho?
  • Em cerca de 14 dias, evitando andar muito nessas duas primeiras semanas.
  • 6. É possível associar a prótese de panturrilha a outras cirurgias plásticas?
  • Sim. Desde que seja seguro para o paciente.
  • 7. Existe risco da prótese estourar?
  • Não é preciso se preocupar. O silicone utilizado atualmente para cirurgias desse tipo é de alta tecnologia, portanto muito mais resistente.
  • 8. Quando é possível fazer depilação com cera?
  • Depois de um mês da colocação das próteses. Antes disso, deverão ser usadas lâminas.
  • 9. Como é o pós-operatório?
  • O paciente pode sentir um pouco de dor nas primeiras 48 horas, que é controlada com analgésicos e anti-inflamatórios. É necessário utilizar as meias de compressão e fazer repouso com as pernas elevadas. Durante o primeiro mês, é importante evitar caminhar excessivamente, assim como subir escadas. Atividades físicas são permitidas depois de dois meses.
  • 10. Quando é possível ver o resultado final?
  • O resultado já será quase totalmente perceptível no segundo mês após a cirurgia, mas o resultado definitivo aparece depois de aproximadamente seis meses.
  • 1. O que é cruroplastia?
  • A cruroplastia, ou lifting de coxa, é o procedimento que firma e remodela a região das coxas por meio da retirada do excesso de pele e gordura.
  • 2. Para quem o procedimento é indicado?
  • Para quem tem excesso de pele e gordura que persiste, apesar dos exercícios físicos e do emagrecimento, e para quem perdeu uma quantidade significativa de peso e deseja reduzir a flacidez da pele em excesso.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de duas horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. A cruroplastia pode melhorar o contorno das coxas sem remover a pele?
  • Não. Nesse procedimento sempre há remoção de excesso de pele para que o contorno das coxas possa ser melhorado.
  • 5. Onde fica a cicatriz?
  • Seus formatos e localizações irão variar de acordo com a técnica utilizada.
  • 6. Posso fazer a lipoaspiração ao invés da cruroplastia?
  • Para pacientes que possuem gordura, mas não possuem flacidez, apenas a lipoaspiração pode ser suficiente. Porém, quando existe uma flacidez significativa, a cruroplastia é indicada, porque apenas a lipoaspiração poderá acentuar a flacidez.
  • 7. Como é o pós-operatório?
  • Entre os cuidados está o uso da malha elástica, andar com passos curtos, sem afastar muito as pernas, evitando o tensionamento da cicatriz, e evitar esforços físicos.
  • 8. Quando é possível ver o resultado final?
  • As melhorias no formato das coxas podem ser vistas imediatamente após a cirurgia. O resultado final aparece após seis meses.
  • 1. Qual é o objetivo da lipo de coxa?
  • A lipoaspiração nas coxas tem por objetivo remover os depósitos de gordura localizados na região interna das coxas, próximo da virilha.
  • 2. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de três horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 3. Como é a cicatriz da lipo na coxa?
  • As cicatrizes ficam quase imperceptíveis. Isso porque, o corte feito para passar a cânula tem apenas um centímetro e fica escondido no contorno do corpo.
  • 4. Como é o pós-operatório?
  • Costuma ser tranquilo. Será necessário usar a malha por um período de duas a seis semanas e realizar sessões de drenagem linfática. É possível retornar ao trabalho em poucos dias e voltar às atividades normais em aproximadamente uma ou duas semanas.
  • 5. O resultado final é perceptível quanto tempo após a cirurgia?
  • O resultado final pode ser notado em aproximadamente três meses.
  • 1. O que é lipo de braço?
  • É uma cirurgia plástica para eliminar o excesso de gordura nessa região. Pode ser feita na área entre os cotovelos e axilas e resulta em braços proporcionais e definidos.
  • 2. Para quem é indicada?
  • Para pessoas com excesso de gordura subcutânea na região entre os cotovelos e axilas.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de uma hora e o período de internação é de 12 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. Como é a cicatriz?
  • A cicatriz da lipo de braço é pequena e discreta, em formato de furinhos. Com mais ou menos um centímetro de comprimento. O cirurgião pode escolher a região próxima das axilas ou cotovelos para fazer a incisão e inserir as cânulas.
  • 5. Como é o pós-operatório?
  • O pós-operatório é rápido. O médico pode sugerir o uso de malhas ou roupas compressivas por um período de duas a seis semanas. Será necessário evitar esforço físico e tomar banho de sol. Além disso, é preciso ficar de repouso pelo tempo determinado pelo cirurgião. Em aproximadamente duas semanas o paciente pode voltar às suas atividades de rotina.
  • 6. Em quanto tempo é possível ver o resultado?
  • Os resultados finais serão notados em aproximadamente três meses.
  • 1. O que é lipoabdominoplastia?
  • É a associação da abdominoplastia e da lipoaspiração. Enquanto a abdominoplastia remove a gordura em excesso na barriga, além da pele e a flacidez, a lipoaspiração remove a gordura localizada, melhorando o contorno do corpo.
  • 2. Para quem a lipoabdominoplastia é indicada?
  • A técnica é indicada para pacientes que apresentam acúmulo de gordura abdominal não visceral, flacidez e excesso de pele abdominal, além de diástase dos músculos retos abdominais.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia dura em torno de quatro a cinco horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. Qual o volume máximo de gordura que pode ser aspirado?
  • O volume a ser retirado é de até 7% do peso corporal do paciente. Esse valor pode variar devido a outros fatores, como idade, resultados dos exames laboratoriais, perda sanguínea durante o ato operatório, entre outros.
  • 5. Na cirurgia é feito um novo umbigo?
  • Não. O que acontece é o reposicionamento do umbigo do paciente.
  • 6. Como fica a cicatriz?
  • O tamanho da cicatriz dependerá da quantidade de pele que o médico irá remover. O corte é feito para que a pele puxada da parte superior do abdômen se encaixe perfeitamente na área pubiana, sem deixar nenhum tipo de dobra.
  • 7. Se a mulher engravidar após realizar o procedimento o resultado é perdido?
  • Apenas se houver ganho excessivo de peso, mas o ideal é que se tenha filhos antes de realizar a abdominoplastia.
  • 8. Como é o pós-operatório e a recuperação do paciente?
  • Não será possível ficar totalmente ereto nos primeiros dias, mesmo assim é importante fazer pequenas caminhadas dentro de casa. A alimentação pode ser normal, apenas evitando-se alimentos que gerem acúmulo de gases. É essencial que seja utilizada malha de compressão por pelo menos 30 dias e dreno para impedir o acúmulo de líquidos nos primeiros dias de pós-operatório. As drenagens linfáticas também são indispensáveis e iniciam, em geral, a partir do quarto dia de pós-operatório.
  • 9. Depois de quanto tempo após a cirurgia é possível perceber os resultados?
  • O resultado final é percebido após um período de 12 meses.
  • 1. Qual a diferença entre lipoescultura e lipoaspiração?
  • A lipoaspiração é o nome dado a uma técnica que por meio da sucção retira-se a gordura em excesso de determinadas regiões do corpo. Na lipoescultura, os médicos iniciam com a lipoaspiração e a gordura retirada é usada para modelar outras partes do corpo.
  • 2. O enxerto de gordura pode ser reabsorvido?
  • Espera-se uma reabsorção de até 60% do volume de células gordurosas enxertadas. Em média, a reabsorção ocorre até dois meses após a cirurgia.
  • 3. Para quem o procedimento é indicado?
  • Pacientes que não conseguiram eliminar a gordura localizada com dieta e atividade física, que estejam um pouco acima do peso, que possuam pequenas depressões na pele e contorno corporal pouco definido.
  • 4. Quanto tempo dura a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia dura em torno de uma a duas horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 5. A lipoescultura emagrece?
  • Não. O foco dessa cirurgia é a redução de medidas e a remodelagem do corpo.
  • 6. O procedimento elimina a celulite e as estrias?
  • Nenhuma cirurgia de lipoaspiração deve ser indicada para correção da celulite ou estrias.
  • 7. Como é o pós-operatório?
  • O paciente deve usar a cinta compressiva, evitar pegar peso ou fazer exercícios físicos pelo tempo indicado pelo cirurgião e utilizar dreno para impedir o acúmulo de líquidos nos primeiros dias de pós-operatório. Além disso, será necessário realizar drenagem linfática.
  • 8. Quanto tempo após a cirurgia é possível ver o resultado definitivo?
  • Cerca de 12 a 18 meses após a cirurgia.
  • 1. O que é ginecomastia?
  • Ginecomastia é uma condição benigna caracterizada pelo aumento da mama masculina devido à proliferação do tecido glandular. Essa condição pode ser unilateral ou bilateral, simétrica ou assimétrica.
  • 2. Para quem a cirurgia é indicada?
  • Para homens que têm excesso de volume na região mamária e que não obteve resultado através de outros meios.
  • 3. É possível tratar a ginecomastia com lipoaspiração?
  • Não. A ginecomastia está relacionada ao aumento das glândulas mamárias, dessa forma, a retirada de gordura dessa área pode até diminuir o volume geral das mamas, mas não vai tratar da ginecomastia por completo.
  • 4. Quanto tempo dura a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia dura em torno de uma hora e meia e o período de internação é de até 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 5. A cirurgia de ginecomastia deixa cicatriz?
  • Sim. A cicatriz depende da técnica utilizada. Pode ocorrer desde uma cicatriz mínima em forma de meia-lua abaixo da aréola, até uma cicatriz em “T” invertida ou periareolar.
  • 6. Há alteração da sensibilidade mamária?
  • Normalmente não.
  • 7. Existe risco de reincidência após a cirurgia?
  • Sim. Nada impede, por exemplo, que o adolescente pós-operado readquira o acúmulo de tecido gorduroso – e não glândula – na fase madura.
  • 8. Como é o pós-operatório?
  • O uso de dreno é essencial nos primeiros dias. O colete de compressão indicado pelo médico deve ser usado pelo tempo determinado pelo especialista. A prática de atividade física fica restrita até a retirada do colete. É importante ressaltar que a região operada apresenta inchaço por um período de um a dois meses, mas sessões de drenagem linfática e outros procedimentos de fisioterapia ajudam na recuperação.
  • 9. Se o peso do paciente oscilar após a cirurgia ele irá perder o resultado obtido?
  • Depende do grau de oscilação. Em pequenos graus de variação (3 a 5 kg) as mudanças são sutis e não chamam a atenção.
  • 10. Quando o resultado final pode ser percebido?
  • Cerca de 18 meses após o procedimento.
  • 1. Quais são os benefícios do lifting facial?
  • O lifting facial pode deixar a aparência mais jovem. É preciso reforçar que o procedimento não pode criar uma aparência diferente, nem restaurar a saúde ou vitalidade da pele.
  • 2. A cirurgia das pálpebras pode ser feita em conjunto?
  • Sim. É muito comum que as duas cirurgias sejam feitas no mesmo momento, desde que seja seguro para o paciente.
  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de quatro horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. É possível obter um resultado natural?
  • Com as técnicas modernas de cirurgia sim. Vale lembrar que o procedimento não reverte o processo de envelhecimento, mas sim ameniza os sinais da idade.
  • 5. Como é a recuperação de uma cirurgia no rosto?
  • Nos primeiros dias estará com algum inchaço e talvez algumas equimoses (roxos). Ocasionalmente, pode apresentar dor, que é atenuada com analgésicos.
  • 6. Quais os cuidados necessários após o procedimento?
  • É preciso repousar, ter uma alimentação leve e não se expor ao sol e seguir. Em cerca de duas semanas já é possível retomar as atividades regulares. Exercícios são liberados com 30 dias de pós-operatório.
  • 7. As cicatrizes são discretas?
  • O lifting facial não deixa cicatriz aparente. Elas ficam ocultas e quase imperceptíveis.
  • 8. Quando é possível ver o resultado final?
  • Entre quatro e seis meses após a cirurgia.
  • 1. O que é blefaroplastia?
  • É o tratamento para remoção do excesso de pele e bolsas de gordura que se acumulam sobre as pálpebras superior e inferior.
  • 2. A partir de que idade o procedimento é indicado?
  • Não existe idade ideal para a realização da cirurgia de pálpebras, principalmente porque ela também pode ser usada para corrigir falhas funcionais e estéticas, que podem surgir nas mais diferentes idades.
  • 3. Há contraindicações para a cirurgia das pálpebras?
  • Pacientes com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca devem procurar uma avaliação médica antes de optarem pela blefaroplastia.
  • 4. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de uma hora e meia e o período de internação é de seis a oito horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 5. Onde fica localizada a cicatriz da blefaroplastia?
  • As cicatrizes tendem a ficar disfarçadas nos sulcos da pele.
  • 6. Como é o pós-operatório?
  • O pós-operatório da cirurgia de pálpebras é, geralmente, indolor, mas pode ocorrer uma sensibilidade maior ou pequenos surtos de dor que podem ser aliviados com analgésicos comuns. Pode ocorrer também inchaço leve nos primeiros dias e é recomendado, dentre outras coisas, o uso de compressas geladas nesse período.
  • 7. Quando é possível ver o resultado final?
  • Cerca de seis meses após a cirurgia.
  • 1. O que é mentoplastia?
  • É a cirurgia plástica indicada para correção do tamanho e posição do queixo que envolve mandíbula, pescoço e o terço inferior da face. O procedimento serve para corrigir tanto os queixos recuados quanto os avançados.
  • 2. Quem pode fazer a mentoplastia?
  • A cirurgia é indicada para quem possui um queixo desproporcional ao resto do rosto, deixando suas características menos naturais.

  • 3. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura de uma a duas horas e o período de internação é de até 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 4. Quais os principais benefícios da mentoplastia?
  • Readequação da posição e do tamanho do queixo, melhora na simetria e na aparência, além do aumento da autoestima.
  • 5. O paciente pode escolher o tamanho e o formato do queixo?
  • A escolha do tamanho e do formato do queixo pode ser opção do paciente, desde que essas medidas estejam dentro do padrão previsto pelo médico.
  • 6. A fisionomia do paciente muda após a cirurgia?
  • Não ocorrem grandes alterações fisionômicas. Apenas haverá um melhor equilíbrio da fisionomia.
  • 7. A mentoplastia substitui o preenchimento facial?
  • A mentoplastia é uma cirurgia definitiva. O preenchimento facial também gera bons resultados, mas o paciente precisa renová-lo alguns meses após o procedimento.
  • 8. Essa cirurgia pode ser associada à rinoplastia?
  • Em muitos casos o próprio cirurgião recomenda a associação das duas cirurgias, visando um melhor equilíbrio estético da face.
  • 9. Como é a cicatriz?
  • Poderá ser feita uma cicatriz interna (dentro da boca) ou uma pequena incisão na parte inferior do queixo. Ficará a critério de cada cirurgião plástico a indicação da cicatriz.
  • 10. Como é o pós-operatório?
  • É necessário repouso nos primeiros dias. Também será preciso fazer compressas de gelo e dormir com a cabeceira levemente elevada. O paciente deverá evitar alimentos duros e quentes por um período e higienizar a boca com antissépticos orais. Após duas semanas, algumas atividades podem voltar a ser realizadas, conforme orientações médicas.
  • 11. Quando é possível ver o resultado final?
  • Os resultados definitivos aparecem em cerca de seis meses.
  • 1. O que é minilipo?
  • A minilipo é uma lipoaspiração de pequeno porte. O cirurgião utiliza exatamente o mesmo procedimento de uma lipo convencional, mas retira pequenas quantidades de gordura.
  • 2. Para quem a minilipo é indicada?
  • Para pessoas que querem se livrar daquela gordurinha discreta que insiste em ficar mesmo mantendo uma dieta equilibrada e prática frequente de atividade física.
  • 3. Em quais áreas é possível realizar a minilipo?
  • Papada, parte interna dos joelhos e coxas, culotes, cintura e abdômen.
  • 4. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura cerca de 40 minutos e não é necessário manter o paciente internado.
  • 5. A minilipo deixa cicatrizes?
  • Embora os médicos façam pequenas incisões para inserir as cânulas, as cicatrizes são praticamente imperceptíveis.
  • 6. Como é o pós-operatório?
  • É indispensável o uso de modelador por cerca de 30 dias. Os exercícios físicos podem ser retomados a partir de sete dias, de maneira progressiva. A drenagem linfática é muito importante para uma recuperação mais rápida e confortável, o médico indicará o melhor momento para começar.
  • 7. Quando é possível ver o resultado final?
  • Cerca de três meses após a cirurgia.
  • 1. Quem pode fazer a rinoplastia?
  • Qualquer pessoa pode fazer a rinoplastia, desde que tenha indicação do médico e que esteja gozando de boa saúde.
  • 2. Quanto tempo demora a cirurgia e a internação?
  • A cirurgia costuma levar de duas a três horas e o período de internação é de até 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 3. A rinoplastia deixa cicatriz?
  • Praticamente não existem cicatrizes aparentes. Isso porque, geralmente, as incisões são feitas na parte interna do nariz ou nos sulcos.
  • 4. O paciente pode escolher o formato de nariz?
  • Serão consideradas as expectativas do paciente, mas há outros fatores importantes que são levados em conta, como equilíbrio estético, qualidade da pele e respeito às funcionalidades do nariz. O objetivo é manter a autenticidade e a naturalidade do rosto.
  • 5. É possível realizar a cirurgia de desvio de septo junto com a rino?
  • Sim. O médico irá avaliar a necessidade desse procedimento.
  • 6. A rinoplastia melhora a sinusite e a rinite?
  • Não. Em alguns casos, pode haver melhoras da obstrução nasal, mas o paciente não deixa de ser uma pessoa alérgica.
  • 7. Como é o pós-operatório?
  • No pós-operatório imediato o paciente pode sentir algum desconforto para respirar, mas isso passa em poucos dias. É comum sentir dores, que são controladas com analgésicos.
  • 8. Quando o paciente poderá tomar sol?
  • É necessário evitar exposição ao sol por pelo menos 30 dias. Além disso, nos primeiros 60 dias o uso diário de protetor solar é imprescindível.
  • 9. Depois de quanto tempo é possível retomar a prática de atividade física?
  • Por volta de um mês após a cirurgia. Mas isso depende da modalidade praticada, o médico deverá avaliar qual é o melhor momento para retomar a rotina de atividade física.
  • 10. Quando é possível ver o resultado definitivo?
  • Entre seis meses e um ano.
  • 1. O que é otoplastia?
  • A otoplastia é a cirurgia para correção de deformidades na orelha externa. Podem ser anomalias do crescimento, deformidades adquiridas por trauma ou doenças. A deformidade mais conhecida é a orelha em abdução ou “orelha de abano“.
  • 2. Existe idade mínima para ser operado?
  • A partir dos cinco anos de idade já é possível fazer a cirurgia.
  • 3. Há alguma restrição?
  • Não podem ser operados pacientes com risco cirúrgico alto, como portadores de doença cardíaca, anemias severas e problemas de coagulação.
  • 4. Quanto tempo dura a cirurgia e qual é o tempo de internação?
  • A cirurgia dura de uma a duas horas e o período de internação é de 24 horas. Variações de tempo podem ocorrer dependendo de cada caso.
  • 5. Onde se localiza a cicatriz da otoplastia?
  • Atrás da orelha, ficando escondida pelo cabelo.
  • 6. Como é o pós-operatório?
  • Dentre os cuidados estão: evitar sol, calor, vento e friagem nos primeiros dias, não abaixar a cabeça de forma brusca, utilizar uma faixa ao redor da cabeça e orelha em tempo integral (pelo tempo determinado pelo especialista), não carregar peso ou realizar grandes esforços nos primeiros dez dias, não dormir de lado, entre outros.
  • 7. Após a otoplastia, é possível usar a máscara de proteção facial (contra o novo coronavírus)?
  • No pós-operatório o paciente deve optar pelo elástico ou as amarrações atrás da cabeça, presos às orelhas.
  • 8. E quem usa óculos?
  • O uso dos óculos é liberado por cima do curativo, desde que não aperte demais a cabeça. Quando for retirado o curativo, deve-se tomar cuidado com os óculos apertados à cabeça ou atrás da orelha nos primeiros 30 dias.
  • 9. Quanto tempo demora para ver o resultado da otoplastia?
  • De dois a três meses.
  • 1. A partir de qual idade a toxina botulínica é recomendada?
  • Não há uma faixa etária específica para aplicação da toxina.
  • 2. Quais as indicações?
  • A toxina é indicada para homens e mulheres que desejam prevenir o aparecimento de rugas ou que já tenham começado a apresentar algumas marcas de expressão.
  • 3. Onde a toxina pode ser aplicada?
  • Ao redor dos olhos, próximo às sobrancelhas, ao redor da boca, nos lábios, nariz, pescoço e colo. A escolha da região depende da queixa e do objetivo do paciente.
  • 4. Pode ser utilizada em qualquer tipo de pele?
  • Pode. Não há restrição em relação ao tipo de pele.
  • 5. A toxina pode ser aplicada em qualquer tipo de ruga?
  • Não. Ela é indicada somente para as rugas que marcam o movimento da pele, após uma expressão ou sorriso.
  • 6. A aplicação dói?
  • A sensação de dor pode variar de acordo com a tolerância de cada um. É normal que o paciente sinta as picadas da agulha, nada além disso
  • 7. O procedimento tem efeitos colaterais?
  • O paciente pode ter, por exemplo, dor de cabeça e manchas roxas no local em que a substância foi aplicada. Vale ressaltar que os efeitos colaterais são raros e temporários.
  • 8. O resultado é rápido?
  • O resultado final geralmente aparece depois de uma semana, mas em três ou quatro dias já é possível observar uma melhora do aspecto da pele.
  • 9. Qual é o tempo de duração do efeito?
  • De seis a oito meses, podendo ser aplicado novamente após esse período.
  • 10. Há alguma contraindicação?
  • A toxina é contraindicada para pacientes que apresentam alergia a qualquer componente de sua formulação, mulheres grávidas ou em amamentação, portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias.
  • 11. A toxina paralisa a face?
  • A técnica avançou bastante nos últimos anos e os médicos têm muito cuidado com a quantidade de toxina injetada — a falta de expressão é associada ao excesso de aplicação da medicação.
  • 1. Em quais áreas do rosto o preenchimento pode ser usado?
  • Lábios, ao redor dos olhos (pés de galinha, supercílios, olheiras, entre as sobrancelhas), mandíbula, ao redor dos lábios (linhas de marionete, bigode chinês), queixo, nariz, rugas de travesseiro (rugas causadas pela pressão que o travesseiro exerce no rosto durante o período em que dormimos), testa, têmporas.
  • 2. Qual a idade mínima para realizar o preenchimento?
  • Não há idade mínima, mas a procura por esse método começa por volta dos 25 anos.
  • 3. Preenchimento dói?
  • Algumas pessoas relatam um leve desconforto durante o procedimento, que costuma variar de acordo com a área tratada e sensibilidade do paciente.
  • 4. Quais substâncias estão disponíveis no mercado para a realização desse procedimento?
  • As substâncias mais utilizadas hoje são: ácido hialurônico, hidroxiapatita de cálcio e ácido poliláctico.
  • 5. Como é a recuperação?
  • A técnica é simples, rápida e sem complicações. O paciente pode voltar às atividades rotineiras assim que sair do consultório.

  • 6. Em quanto tempo é possível notar os resultados?
  • Os resultados são imediatos.
  • 7. Quanto tempo duram os resultados do preenchimento?
  • Entre 12 e 24 meses. Vale ressaltar que o tempo pode variar de acordo com o paciente e a região que foi tratada.
  • 8. Há algum efeito colateral?
  • Quando feito por profissionais capacitados, os efeitos são leves, variando entre vermelhidão, pequenos hematomas, sensibilidade ou inchaço.
  • 1. Quais são as principais vantagens de fazer harmonização facial?
  • O procedimento é pouco invasivo, a recuperação é rápida e não exige muito do paciente.
  • 2. Em quanto tempo é possível ver o resultado?
  • As mudanças são perceptíveis imediatamente, mas o resultado final pode ser visto de 15 a 30 dias após o procedimento.
  • 3. Existe alguma restrição?
  • Há restrição para pessoas que não estejam bem de saúde, que façam uso de medicamentos não compatíveis com as substâncias utilizadas no procedimento, menores de idade, grávidas e lactantes.
  • 4. Como é feita a harmonização facial?
  • A harmonização facial envolve a aplicação de diferentes procedimentos estéticos para atenuar assimetrias, uniformizar a pele e acentuar contornos, garantindo um rosto mais jovem e com traços mais equilibrados.
  • 5. A harmonização facial é definitiva?
  • A harmonização facial não é um procedimento definitivo. O tempo de duração vai depender das técnicas e substâncias utilizadas.